Apresentação do Orçamento das Universidades Federais na IV Reunião Ordinária do FORPLAD em 2018 – Porto Alegre

Weber Gomes de Souza – Coordenador Geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino do MEC.

Uma das palestras mais esperadas da 4ª Reunião Ordinária do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Planejamento e Administração (FORPLAD) foi a do Coordenador Geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino do Ministério da Educação, Weber Gomes de Souza: "Orçamento das Universidades Federais".

Weber iniciou sua fala tecendo um panorama sobre o ano de 2018. Segundo ele, 100% dos limites de custeio e 98,9% dos limites de empenho foram liberados para as instituições. De acordo com Weber, uma das preocupações da pasta foi incrementar os orçamentos das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) novíssimas e promover a equalização para as novas. Destacou, ainda, que o PNAES teve um aumento de 10% em relação a 2017, e o REUNI teve um piso de R$ 2 milhões.

Weber enfatizou que os critérios para a distribuição dos recursos entre as universidades são absolutamente técnicos e objetivos e que a liberação da maior parte dos valores foi realizada para obras prioritárias das instituições. Ele também falou que as universidades precisarão buscar alternativas para a elevação das captações próprias de recursos a fim de equalizar gastos e entradas: "É preciso um olhar para dentro, para pensar que o sistema pode ser mais eficiente, mais equalizado em questões orçamentárias", destacou. Weber também alertou sobre a provável dificuldade de pagamento das folhas de pessoal: "Até o governo anterior era líquido e certo o pagamento dos servidores, agora essa despesa concorre com outros gastos".

Após a apresentação do orçamento das universidades federais, o sexto painel do fórum foi realizado pelo diretor da Diretoria de Normas e Gestão de Contas do TCU, Augusto Gonçalves Ferradaes, e pela assessora da Secretaria de Métodos e Suporte ao Controle Externo do Semec/TCU, Ana Lúcia Epaminondas. O tema abordado foi "O Tribunal de Contas da União e os desafios do novo formato do relatório de gestão".

Posteriormente, o fórum prosseguiu com um painel sobre "Boas  Práticas - Tecnologias de apoio e gestão universitária" e outro sobre "Avaliação do Planejamento Estratégico do FORPLAD (ForPDI).

 

Fonte: Redação Ascom (UFCSPA)   

Data da Notícia: 
sexta-feira, 23 Novembro, 2018 - 13:49