MEC e Pró-Reitores debatem orçamento das Universidades Federais no último dia do FORPLAD - Campo Grande

O orçamento das Universidades Federais foi o tema do último dia da 2ª Reunião Ordinária de 2018 do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Planejamento e Administração das Instituições Federais de Ensino Superior (FORPLAD). A questão foi debatida entre os pró-reitores de instituições de todo o país e o Coordenador-Geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Weber Gomes de Souza.

O debate foi realizado por videoconferência e entre os temas discutidos Weber propôs pontos estratégicos para a elaboração da matriz orçamentária de 2019, como considerar a ocupação das vagas nas instituições e seus custos fixos e variáveis como critérios a serem inseridos neste processo. Ele também pediu para que os pró-reitores mantivessem as informações de obras nos campi sempre atualizadas para que o MEC tenha conhecimento e comentou sobre alternativas de financiamento.

Em contrapartida, os pró-reitores questionaram os cortes nos recursos destinados às instituições e as demandas não contempladas pelo ministério.

“Essa participação do MEC é extremamente importante, porque é o momento que a gente apresenta as nossas preocupações e sugestões na expectativa que sejamos ouvidos enquanto uma das organizações que compõem a estrutura das Universidades Federais”, comenta a decana de Administração da Universidade de Brasília (UnB), Maria Lucília dos Santos.

Após a videoconferência, uma reunião temática com as comissões de Planejamento e Avaliação e de Administração fechou o Fórum com o parecer final de cada grupo de trabalho e levantamentos realizados pelas duas comissões.

“Esse FORPLAD foi extremamente positivo, estamos muito alegres com os debates, tivemos a participação de outros fóruns no evento discutindo extensão universitária e assistência estudantil, temas bastante relacionados ao planejamento e a gestão orçamentária. Nós saímos daqui muito mais motivados e muito mais ricos em relação a conhecimento, metodologias e procedimentos a serem adotados nas nossas universidades”, afirma o pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Coordenador Nacional do FORPLAD, Thiago José Galvão das Neves.

A pró-reitora de Planejamento, Orçamento e Finanças da UFMS e organizadora desta edição do Fórum, Dulce Tristão, avalia a experiência como muito produtiva. “Eu termino esse evento muito satisfeita, recebemos muitos elogios e comentários positivos. As discussões foram muito ricas, seja com as questões das boas práticas de governança, da assistência estudantil e extensão ou com o debate sobre orçamento que tivemos hoje de manhã”.

Fonte: UFMS

 

Data da Notícia: 
terça-feira, 12 Junho, 2018 - 11:50